ColunasDestaques

Como será o mundo pós-Coronavírus?

Eraldo Vasconcelos de Souza
Economista – Empresário – Corretor de Imóveis – Perito Avaliador

A sociedade humana ao longo da sua existência vem passando por um processo gradual de transformação, saímos da organização tribal e chegamos a uma sociedade chamada de pós-modernidade, nesse meio tempo passamos por períodos complicados como doenças, cataclismos, guerras civis, guerras mundiais entre outros processos destrutivos.

Na maior parte desses eventos a sociedade não apenas é impactada no momento do acontecimento, mas principalmente depois, tendo que se adaptar a um novo modo de vida. Agora estamos enfrentando talvez o mais abrangente de todos os desafios, chamado de Coronavírus que atinge o nosso planeta, fato que vai levar a mudanças profundas no modelo atual dessa sociedade pós-moderna, que buscou insaciavelmente o progresso a qualquer custo, que acabou com as fronteiras geopolíticas derrubando regimes e muros. Uma sociedade voltada para o “TER” no lugar do “SER”, que anseia por estar interligada fisicamente e conectada virtualmente sem se preocupar com as consequências desse modelo de vida.

O formato atual de trabalho dará lugar a um novo modo, com extinção de atividades e criação de outras, bens físicos incorporarão os processos cada vez mais tecnológicos, empresas tradicionais serão substituídas por modelos que utilize menos pessoas e mais robótica, o modo operante do ser humano sairá do lado bruto do trabalho para o lado criativo, passando o trabalho físico e bruto para as máquinas. Esse novo modelo vai mexer também com o status quo que precisará ser redesenhado para essa nova realidade. As mudanças que voluntariamente levariam décadas para serem implantadas agora entrarão em nossas vidas num piscar de olhos, mostrando que o marcador de tempo mais importante não é o final de século ou do milênio e sim os acontecimentos de grandes proporções e a nossa história mostra que sempre que passamos por algo assim somos obrigados a nos reinventar como pessoas e como sociedade.

Grandes transformações irão afetar a todos, começando pelo modelo de gestão pública hoje arcaica e ineficiente não apenas no Brasil, mas em boa parte do mundo, grandes mudanças nos ambientes de negócios, modelos que até agora eram rentáveis deixarão de ser, trabalho a distância será uma realidade os chamados Home Office ou remoto, veremos um formato cada vez maior de empresas digitais e também o avanço da inteligência artificial. O processo de aprendizado educacional tradicional vai ser revisto e com certeza o ensino a distância chamado de EAD que já existe, ganhará força, permitindo que qualquer indivíduo possa estudar independentemente de situação financeira, local de residência ou classe social, tudo isso com ótima qualidade e eficiência.

Setores tradicionais como o de alimentação serão afetados profundamente, não apenas no aumento do uso do Delivery, mas, principalmente no manejo e cuidado dos alimentos, buscando mais qualidade e higiene. Outro ponto importante que passa a ser repensado pelas pessoas é viver nos chamados grandes centros urbanos que hoje enfrentam muitos problemas como trânsito, poluição, segurança, alto custo de vida, muita gente no mesmo ambiente o que é propicio para a propagação de doenças, dentro desse quadro que já preocupava vai levar a uma fuga de pessoas em busca de lugares mais tranquilos onde poderá ter mais qualidade de vida com oportunidades de trabalho.

A relação humana que prezava por um processo de integração vai passar a ser mais cautelosa e o distanciamento social vai continuar a fazer parte das nossas vidas, o próprio uso do espaço público será redefinido prezando por mais respeito ao outro. A preocupação com a higiene será a tônica nessa nova fase, vamos ainda precisar viver com menos, ser mais econômico no sentido dos recursos financeiros e principalmente usar de forma mais responsável os recursos naturais. O grande desafio é entender que o mundo em que vivíamos acabou, vem ai um novo formato em que precisamos nos adaptar rapidamente, caso contrário aumentaremos a lista dos excluídos econômica e socialmente.

Comentários

Artigos relacionados

Veja Também

Fechar
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios